was successfully added to your cart.

Brasil em Encontro da Mesoamérica

By 27 de agosto de 2014Notícias - Geral

Aconteceu de 4 a 10 de Agosto o Encontro Regional da Mesoamérica do Ministério “Jovens em Missão” do CIEMAL (Conselho das Igrejas Metodistas da América Latina e Caribe) na cidade de Managua, no país da América Central, Nicarágua.

A Região Mesoamérica é composta pelos países: Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Panamá e Nicarágua. Organizado pelo Rev. Samuel Murillo, atual Coordenador Regional Mesoámerica, membro da Igreja Metodista do México e por Emerson Castillo (Coordenador Continental, membro da Igreja Metodista em El Salvador), o encontro contou com a participação de 33 jovens, representantes da Igreja Metodista na América Latina e Central. Os jovens tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho da Igreja Metodista e desenvolver durante a semana do encontro, ações evangelísticas por toda a cidade de Managua. Também participaram de seminários sobre Identidade Cristã, Identidade Metodista, Santidade Social, Evangelismo, Missões e Discipulado.

Como resultado de uma parceria entre a Igreja Metodista do Brasil e o CIEMAL na pessoa do Pr. Luciano Pereira – pastor missionário brasileiro que atualmente vive em Lima no Peru – foi possível a participação do jovem Felippe Regis da Igreja Metodista de Igarapava, localizada no interior de São Paulo que hoje é Sub-Coordenador do Conesul do Ministério “Jovens em Missão” do CIEMAL como um dos preletores do Encontro. “A representação da Juventude Brasileira nesse Encontro foi de grande importância para estabelecermos parcerias para o avanço missionário da Juventude Metodista na América Latina.” Afirma Felippe, que também é Vice-Presidente da Confederação de Jovens Metodistas do Brasil e Presidente da Federação da 5ª RE.

“A juventude brasileira tem se levantado como voz profética em nossa geração e o Senhor tem levantado jovens que desejam estabelecer o Seu Reino, jovens que não negociam o seu chamado. Participar desse Encontro foi uma rica oportunidade para que os jovens conhecessem e trocassem experiências sobre o trabalho que tem sido desenvolvido em seus países.” Completa o jovem.

Leave a Reply