jwesley

John Wesley nasceu em 1703 e sua infância foi fortemente influenciada por sua mãe, uma mulher rígida e piedosa. Seu pai era um homem difícil de se agradar. Sua mãe acreditava que os desejos das crianças deviam ser subjugados e que eles deveriam ser disciplinados quando não se comportassem. John era o décimo quarto filho. Ele teria morrido em um incêndio em Epworth Rectory se não tivesse sido arrancado das chamas por um vizinho. Na época tinha sete anos e depois disso sua mãe o lembrou várias vezes que ele era “um tição colhido do fogo”. Mais tarde ele teve a certeza de que tinha sido poupado por um propósito, servir a Deus. Samuel, o pai de John, era um erudito, que por muitos anos trabalhou em uma obra monumental sobre o livro de Jó. Um pregador severo, para não dizer implacável, uma vez exigiu que uma adúltera andasse nas ruas em sua vergonha. Ele também forçou o casamento de uma de suas filhas depois que ela tentou fugir com um homem que não era o escolhido de seu pai. Com seu pai e sua mãe, John Wesley desenvolveu excelentes hábitos de estudo e também se acostumou com o sofrimento físico. John Wesley foi para Charterhouse School em 1714, para Christ Church College, em 1720, e em 1726 foi eleito membro na Lincoln College em Oxford. Depois de ser pastor auxiliar em Wroote, Lincolnshire, de 1727 a 1729, ele voltou à Oxford não apenas para continuar seus estudos, mas também para começar a viver uma vida mais devota e santa. Muitos outros jovens brilhantes tinham um curriculum como o de Wesley, mas poucos tinham a sua dedicação. Ele dominava pelo menos sete idiomas e desenvolveu uma visão verdadeiramente abrangente em todas as áreas da investigação. Quando ele voltou de Wroote para Oxford, ele assumiu a liderança de um grupo chamado Holy Club (Clube Santo), iniciado por seu irmão Charles. Lá era onde eles reforçavam a fé através do estudo das Escrituras e buscavam a santidade na vida de cada membro. O Clube Santo fazia muito mais do que refletir e orar. Eles iam às prisões levar a palavra de salvação aos prisioneiros. Embora eles fossem ridicularizados por seus companheiros de Oxford, de seu grupo de uma classe social mais baixa saíram homens que se tornaram importantes para aquele tempo, particularmente os irmãos Wesley, além de George Whitefield. O modo de vida de John Wesley exigia jejuns periódicos, encontros regulares para estudo e auto-avaliação pessoal. Somente muito tempo depois foi que ele percebeu que seu grupo seguia mais a letra do que o espírito do cristianismo. Em 1735 grandes mudanças atingiram John e Charles Wesley. O seu pai morreu e ambos foram para a colônia da Georgia, nos Estados Unidos, com a bênção e encorajamento de sua mãe. Lá foi uma prova para John, que entendeu que realmente não gostava muito dos índios e sua rigidez não era muito apreciada pelas pessoas da Georgia. Mas importante que isto, foi o contato de John na sua viagem com um pequeno grupo de morávios. Estes homens e mulheres destemidamente cantavam hinos durante terríveis tempestades no mar, ao mesmo tempo em que o próprio Charles se desesperava. Isso o fez querer conhecer mais sobre a fé que eles demonstravam ter. Em 1737 ele retornou à Inglaterra. Devemos apreciar a humildade de John Wesley, pois ele podia ser crítico o bastante consigo mesmo para parar suas atividades religiosas naquele momento e pensar que era um ministro experiente demais para examinar sua falta de fé. Peter Boehler, um morávio, deu-lhe a chave – pregar a fé até que ele a tivesse, e então ele pregava a fé. John Wesley lutou com sua falta de fé até 24 de maio, uma quarta-feira, em 1738, no famoso encontro de Aldersgate, foi quando ele teve uma conversão, uma profunda e inconfundível experiência de fé. Seu “coração foi estranhamente aquecido”. Então seu verdadeiro trabalho começou. Como tinha uma mente brilhante e aberta, John Wesley ainda conseguia retirar os melhores recursos das melhores mentes do seu tempo. William Law, por exemplo, foi seu professor, amigo e mentor por vários anos; mas Wesley achou que um ingrediente importante estava faltando no programa de Law para uma vida devota. Os discípulos de Platão conseguiram comunicar a Wesley uma estrutura intelectual que era mais espiritual do que material, mas os hábitos mentais de Wesley estavam moldados mais pelo modelo de análise de Newton do que pelo platonismo. Os morávios eram o mais perto de uma síntese de todos os elementos que ele desejava e pôde encontrar. Ele até mesmo visitou Herrnhut para saber como sua comunidade trabalhava. Mas algo estava faltando lá, como em todo lugar, e em 1740, ele e seus seguidores romperam com os morávios, mas não antes que ele tivesse aprendido a pregar sermões ao ar livre, o que veio a ser mais tarde uma parte essencial de seu ministério. John Wesley tinha 37 anos de idade quando começou a viajar e pregar. Ele freqüentemente exagerava o número daqueles que vinham ouvi-lo. Muitas vezes, as mesmas pessoas que precisaram de sua ajuda eram as mesmas que mais o perseguiam. Ele pregava em púlpitos até que eles fossem fechados para ele, e ele então pregava nos campos abertos. Ele pregava três vezes por dia, começando às 5 da manhã, uma vez que os trabalhadores poderiam parar para ouvi-lo enquanto andavam para o trabalho. Algumas vezes ele andava 60 milhas (mais de 90 quilômetros) por dia a cavalo. As condições do tempo não importavam; ele fazia seu programa e o cumpria, não importavam as dificuldades. Ele fugia de uma multidão zangada pulando num lago gelado, nadava para fora dele e continuava a pregar novamente. E tinha uma certa habilidade de trazer as pessoas hostis para o seu lado. Em 1741 foi para Gales do Sul, para o norte da Inglaterra em 1742, Irlanda em 1747, e Escócia em 1751. No total, foi à Irlanda quarenta e duas vezes e à Escócia vinte e duas vezes. Ele retornou à algumas cidades várias vezes. Houve ocasiões em que ele retornava anos depois de sua última visita e registrava que a pequena sociedade que ele ajudara ainda estava intacta e fiel. Ele examinava cada membro de cada sociedade pessoalmente para buscar crescimento espiritual e de fé. As sociedades então formadas proviam a organização local para seu movimento. O que Wesley pregava? Santidade, honestidade, salvação, boas relações familiares, vários outros temas, mas acima de tudo a fé em Cristo. Ele não pedia aos seus ouvintes para deixarem suas igrejas, mas para continuarem indo nelas. Ele lhes deu o refrigério espiritual que eles não achavam. Quando suas décadas de provação produziram décadas de triunfo, as multidões aumentaram. Ricos e pobres vinham para ouvi-lo falar. Ele desenvolveu redes de assistentes leigos. Suas exortações para viver perfeitamente em amor hoje parecem duras, mas considere os efeitos em suas congregações. Os xingamentos nas fábricas pararam, os homens e as mulheres começaram a se preocupar com vestimentas limpas e simples, extravagâncias como chá caro e vícios como o gim foram deixados por seus seguidores, vizinhos deram um ao outro ajuda mútua através das sociedades. Wesley ensinou tanto pelo exemplo como pelos seus sermões. Ele publicou muitos de seus textos para serem usados em devocionais e direcionou o lucro para projetos, como um local de ajuda para os pobres. Sua vida pessoal estava além de reprovação. Ele traduziu hinos, interpretou as Escrituras, escreveu centenas de cartas, discipulou centenas de homens e mulheres e manteve em seus diários um registro da energia investida, que dificilmente tem um rival na história ocidental. Sua maneira de falar na linguagem do homem comum teve um impacto imensurável no surgimento do inglês moderno, assim como os hinos de Charles Wesley tiveram um grande impacto na música com suas muitas canções sem mencionar a poesia da subseqüente era Romântica. Mas o impacto dos Wesleys nas classes mais baixas foi além de afetar seus hábitos de vida e modo de falar. John Wesley proveu uma estrutura religiosa que era local e pessoal, bem como fortemente moral. Sua teologia não tirava a liberdade e o direito de ninguém, pois qualquer um podia achar a graça de Deus para resistir ao diabo e ser salvo, se tão somente buscasse e recebesse. As sociedades que ele formou preservaram em seus estudos o foco na fé – uma fé que também levou a uma maneira de lidar com a realidade da vida das classes mais pobres. A religião não era só para os ricos, mas Wesley também não estava pregando uma revolta contra o anglicanismo. O anglicanismo de John Wesley era muito forte, embora os púlpitos anglicanos tornassem-se totalmente fechados para ele. Só quando tinha oitenta e um anos ele permitiu uma pequena divisão entre seus seguidores e a igreja nacional. Tendo já enviado muitos homens à América, em 1784 ele ordenou mais pessoas para este esforço missionário e, porque “ordenação é separação”, efetivamente começou uma nova igreja. O conservadorismo dele era tanto político como religioso. Ele publicou uma carta aberta às colônias americanas, aconselhando-as a permanecerem leais à Grã-Bretanha, logo antes da Revolução Americana. Ele não tolerava nenhuma conversa sobre agitação civil na Inglaterra. Muito se tem discutido acerca de que outras forças estavam trabalhando na Inglaterra além de Wesley e uns outros poucos pregadores. Por exemplo, a Revolução Industrial que estava vindo progrediu mais rápido na Inglaterra do que em qualquer outro lugar, dando aos homens novos tipos de trabalho; a justiça do Sistema de Paz e o sistema de governo com um Primeiro-Ministro eram únicos na sua forma e deram muito mais poder do que era possível em qualquer outro lugar à classe média local e os grandes problemas que poderiam de outra forma causar revolução, simplesmente não estavam presentes na Inglaterra depois de 1750. Ainda assim sem Wesley e seus seguidores como poderia o ateísmo, tal como existia entre os camponeses franceses, ser evitado e como poderia uma classe inferior oprimida e dominada pelos vícios, ter esperança? John Wesley morreu em 2 de março de 1791, cerca de três anos depois que seu irmão Charles morreu. Até seus últimos anos, ele colocou a mesma frase de abertura em seu diário, como fazia a cada ano no seu aniversário, agradecendo a Deus por sua longa vida e sua contínua boa saúde, afirmando que sermões pregados de manhã logo cedo e muita atividade ao ar livre o mantiveram em forma para a obra de Deus. Desde o momento em que ele tornou-se livre de influências, exceto a de Deus, ele teve cinqüenta anos de serviço constante e fez um bem imensurável à Inglaterra através da perseverança, resistência e fé. Seu legado não se limitou ao seu século ou país, mas sobrevive até hoje na fé de milhões em várias igrejas ao redor do mundo. A seguinte frase foi escrita em seu diário em 28 de junho de 1774: Sendo hoje meu aniversário, o primeiro dia do septuagésimo segundo ano, eu estava pensando como posso ter a mesma força que tinha trinta anos atrás? Que a minha visão esteja consideravelmente melhor agora e meus nervos mais firmes do que eram antes? Que eu não tenha nenhuma enfermidade da velhice, e não tenha mais aquelas que tive na juventude? A grande causa é, o bom prazer de Deus, que faz o que lhe agrada. Os meios principais são: meu constante levantar às quatro da madrugada, por cerca de cinqüenta anos; o fato de geralmente pregar às cinco da manhã, um dos exercícios mais saudáveis do mundo; o fato de que nunca viajo menos, por mar ou terra, do que 4500 milhas (mais de 6.750 km) por ano.

Copyright © 2011 por Christianity Today International

Compartilhar

34 Respostas para o Post “John Wesley, o jovem que transformou uma nação, e deu origem ao movimento metodista”

Adicionar Comentário
  1. OHHH SENHOR JESUS CRISTO!!! FAÇA – ME UM JOHN WESLEY, QUÃO GRANDE FOI ESTE GUERREIRO DA FÉ PARA A GLÓRIA DE SEU E NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, TODOS QUE PASSAREM POR AQUI, SENDO CRISTÃO COMO EU, RECOMENDO -ME A SUAS ORAÇÕES, PEÇA POR MIM A DEUS, QUEM SABE ELE DARÁ MAIS UM JOHN WESLEY AO MUNDO? DEUS VOZ ABENÇOE RICAMENTE.

    SINCERAMENTE,

    ELISEU – VOSSO E SERVO DE CRISTO.

  2. Nós!pregadores deste século presente,precisamos fazer uma reforma protestante.Quem se habilita? a ser:Servidor e não seguidor de Cristo Jesus!!!

  3. hj existe um profeta na terra asim como wesley foi no seu tempo. “nada fara o senhor jeova sem antes revelar seus segredos a seus servos os profetas” amos 3:7 esse mesm anjo eo q joao viu e quis adorar . wss

  4. Irmão Sérgio (ex IMC de BH/MG)

    9 de fevereiro de 2013

    Creio pela fé que qualquer um de nós pode e (deveria) ser como Wesley, que seguiu a Paulo, que seguiu a Jesus (ele disse para serem imitadores dele como ele era de Cristo). Somos Santos, povo santo, temos o Espírito Santo em Nós. Devemos unirmos com os crentes verdadeiros independente de denominação e o Senhor Jesus confirmará nossas obras quando falarmos o evangelho ao próximo. “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura ” (Marcos 16.15). Vamos agir, na simplicidade da pomba e na prudencia de uma serpente. Amém.

  5. DISSE JESUS OBRAS MAIORES O SEUS SEGUIDORES FARIAM MAIS DO QUE ELE FEZ, JOHN WESLEY E DWINTHG LYMAN MOODY MARCARAM A HISTORIA POR INTERMEDIO DA ORAÇÃO, ERAM HOMENS DEDICADOS NA ORAÇÃO E NO TRABALHO MISSIONARIO, O SEGREDO PARA SERMOS UMA TOCHA NA MÃO DE DEUS É A DEDICAÇÃO A ORAÇÃO É GRANDE EXEMPLO QUE ELES NOS DAR, DESDE DA ERA DOS APOSTOLO A ORAÇÃO É FUNDAMENTAL PARA OBRA DE MISSÕES E CRESCIMENTO DA IGREJA, PEDIMOS AGORA O IMPULSO DO ESPIRITO SANTO PARA ORAMOS NO MINIMO 1HORA COMO ESTE HOMENS DE DEUS ORAVAM PORA DIA, E TEREMOS NOSSA CASA,NOSSO BAIRRO,O MUNICIPIO,O ESTADO E NAÇÃO E POR FIM O MUNDO MARCADO PELO PODER DO ESPIRITO SANTO EM NOSSAS VIDAS.

  6. Rosário Burity Filho

    23 de fevereiro de 2013

    Há uma grande necessidade dos verdadeiros filhos de Deus se manifestarem porque o mundo está cada vez mais ameaçado mas não por causa dos homens maus mas sim por causa dos homens bons que não têm coragem de enfrentar a morte e tudo porque são fanaticos pelas suas próprias vidas e por isso eu peço a Deus que coloque em nossos corações a sua grande ousadia e intrepidez para anunciarmos a sua palavra sem ter que temer aos homens que só conseguem matar a nossa carne e não podem fazer mais nada que Deus nos abencoe no nome de Jesus.

  7. Rosário Burity Filho

    23 de fevereiro de 2013

    Santo Rosário da igreja do cassequel.

  8. lazaro fernando

    27 de março de 2013

    há uma grande necessidade de pregar a cristo, poder de DEUS e sabedoria de DEUS.
    ide aos confins da terra pregai o evangelho, a todo o que crer será batizado em nome DO PAI DO FILHO E DO ESPIRITO SANTO.

    TENHO MUITO MEDO PORQUE O CRISTAO DE HOJE TEM VERGONHA DE MOSTRAR QUE É SERVO DE CRISTO

    JA NAO ANDA COM A BIBLIA MAS COM HI-FONES E HI-PAD´S NAO TARDA TEREMOS CULTOS DE VIDEOS CONFERENCIAS E A CASA DE ORAÇAO ESTARA DE PORTAS FECHADAS QUANDO ELE DISSE

    “O REINO DAS TREVAS NAO PERCISTIRAO”

    OH SENHOR ROGAI POR NOS

    IGREJA CRISTÃ EVANGELICA DE ANGOLA

  9. Esse é um problema..
    Os filhos de Deus se manifestarem ou não, quem deve manifestar-se é Deus. Ao nosso querido Eliseu, um dos primeiros a comentar, eu digo que você está errado. Esse é o problema de nós! Querermos ser um John Wesley, querermos ser “importantes” como ele enquanto a única coisa que você deve fazer é ler a Bíblia e querer ser como Jesus Cristo e pedir a Deus que você seja mergulhado na Graça cada vez mais por estar vivendo em santificação e assim vivendo em conformidade com a pessoa de Cristo cada vez mais!
    NUNCA queiram ser como John Wesley ou os profetas de Deus e pregadores verdadeiramente devotos como mencionado na Bíblia. Eles podiam fazer o que fosse, eles sabiam que não importava o quanto eles sabiam sobre a Bíblia, eles só sabiam que não eram nada e que não importava quantas vezes eles liam a Bíblia, eles nunca entenderiam a Bíblia totalmente. Eles só queriam Deus! Paulo diz: “Me siga, porque eu sigo Cristo”. O único exemplo que você deve tirar de alguém não é o que ele fez e sim o que ele é: um cristão vivendo em arrependimento e em humilhação sabendo de sua pequenez e que não importa quantas coisas boas façamos, devemos sempre olhar pra nós e vermos que somos o pior dos pecadores..
    Fiquem com Deus!

  10. Várias pessoas vivem neste mundo e poucas pensam em fazer brilhante a sua história… entre muitos John Wesley se destacou…PARABÉNS AO MINISTÉRIO !!!

  11. lismael frazao

    7 de junho de 2013

    homens de DEUS de coragem, de atitude, de respeito, de moral, missionarios que realmente buscam salvar almas para CRISTO como esses e que presizamos na nossa geraçao, AMEM

  12. Graças a Deus por Jesus Cristo que tem falado aos nossos corações nesses dias,de fato e tempo de buscar ao Senhor orar sem cesar porque os dias são maus.
    Qem quiser vir após MIM negue-se a si mesmo tome sua crus a cada dia e siga-me.

  13. Senhor Deus que esta chama de avivamento arda no coração de muitos pregadores desta atualidade.

  14. Que a minha fé seja como a de John Wesley.

    “Lembrem-se dos seus líderes, que lhes falaram a palavra de Deus. Observem bem o resultado da vida que tiveram e imitem a sua fé.”
    Hebreus 13:7

  15. precisamos reagir e buscar a DEUS de todo coraçao

  16. Deus usou este homem d forma linda ,e que Deus levante outros com esse prpoposito em nome d jesus

  17. bruno santos de souza pinto

    18 de setembro de 2013

    Graça e paz. povo de Deus e lindo agente ver pessoas assim como o jhon wesley ne, verdadeiros profetas , sabendo que os dias maus estamos vivendo mais temos que ter bom animo porque o senhor jesus falou que venceu o mundo e que nois iriamos vencer tambem , hoje eu sou menbro da igreja que jhon wesley comecou em 1730 sou da igreja metodista wesleyana que tem como santidade o estilo de vida de jhon wesley obrigado por tudo e fiquem com DEUS

  18. |Marcelo Tavares

    30 de outubro de 2013

    Rogo a Deus e nosso Senhor Jesus Cristo que possamos continuar esta missão tão linda que é pregar e levar a palavra de Deus como ela é. Bonito exemplo nos deixou este jovem seguidor de Jesus John Wesley. Lâmpada para meus pés é a tua palavra, e luz para os meus caminhos.

  19. ricardo fernando

    1 de novembro de 2013

    Maior é Deus,e seu espirito é Santo nao apoiem o aborto nem bebam cerveja!!porque é pecado!!apostolo Paulo disse…”chegara tempo q mtos nao vao seguir mais a sá doutrina”Deus nao busca quantidade,e sim qualidade”q a bençao d Deus venha sobre vòs;amém hosana

  20. graças a Deus pela vida deste incansável servo do senhor que deixou seu abençoado legado que hoje serve de bom exemplos para todos..

  21. Agostinho Ferreira

    14 de dezembro de 2013

    como estes homens foram modelos de Jesus Cristo nós também devemos fazer o mesmo diz se que a terra ja não é digna de achar homens que estão escritos no livro de hebreus porque a terra está cheia de pecado diz abacuque. E este homem deu a sua vida para o reino de Deus

  22. REJANE J. RANGEL

    17 de dezembro de 2013

    OBRIGADA SENHOR JESUS POR NOS DEIXAR EXEMPLOS COMO O DE JOHN WESLEY PARA SEGUIR QUE EU POSSA SER UMA EMBAIXATRIZ DE DEUS NO MEU PAIS A COMEÇAR NA MINHA CASA COM A MINHA FAMILIA. QUE EU POSSA DESEJAR A SUA SABEDORIA E O SEU CONHECIMENTO TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA, PARA ASSIM COMPARTILHAR OS SEUS ENSINAMENTOS COM TODOS OS QUE O SENHOR QUIZER. QUE POSSA SABER APROVEITAR AS OPORTUNIDADES ME DADAS POR TI SENHOR E QUE MINHA BOCA FALE DO SEU AMOR E DA SUA PALAVRA.AMÉM.

  23. REJANE J. RANGEL

    17 de dezembro de 2013

    GOSTEI MUITO DE SABER UM POUCO MAIS SOBRE GRANDES SERVOS DE DEUS COMO JHON WESLEY.

  24. Assim nos faça Deus;aqueles que sempre priorizem a sua palavra.

  25. FRANCISCO C. ALVES.

    18 de fevereiro de 2014

    JOHN WESLEY,GRANDE HOMEM DE DEUS,QUE DEUS POSSA ME DAR FORÇAS FÍSICAS E MENTAL PARA PODER PREGAR A SUA PALAVRA, AONDE QUER QUE DEUS NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ME ENVIAR!!! QUE DEUS ABENÇOE A TODOS EM NOME DO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO…

  26. deus o abençoe

  27. Verdadeiramente,John Wesley foi um grande homem, e onde estão os homens de Deus?
    Acorda igreja só prega hoje sobre riquezas, enquanto as almas são esquecidas Jonh Wesley doava seu dinheiro para ajudar ao necessitado. Devemos seguir seu exemplo orar mais jejuar mais julgar a nós mesmos, e pregar a palavra… Para a GLÓRIA DE CRISTO JESUS….

  28. Nós, como igreja do Senhor, precisamos clamar, suplicar ao Senhor que nos avive como dantes…. avivamento vem de obediência à Palavra, amor ao próximo, humildade, fé….. Percebam que estamos em tempo de seca para estes itens.
    A mensagem da cruz está arquivada para muitos…. sem efeito algum em suas vidas…. Meu Deus e Senhor, nos ajude a ser verdadeiros luzeiros em meios as trevas. Em todo o tempo quero louvar o teu nome através da minha vida.

  29. Nós, como igreja do Senhor, precisamos clamar, suplicar ao Senhor que nos avive como dantes…. avivamento vem de obediência à Palavra, amor ao próximo, humildade, fé….. Percebam que estamos em tempo de seca para estes itens.
    A mensagem da cruz está arquivada para muitos…. sem efeito algum em suas vidas…. Meu Deus e Senhor, nos ajude a ser verdadeiros luzeiros em meio as trevas. Em todo o tempo quero louvar o teu nome através da minha vida.

  30. Heitor Folgierini

    23 de fevereiro de 2014

    Hoje, 23/02, a revista Lições Bíblicas Juvenis (CPAD), que é adotada nas Assembleias de Deus no Brasil para o ensino de adolescentes (14 a 17) anos, estará trazendo o título “O AVIVAMENTO WESLEIANO”. É uma homenagem a história de vida deste servo de DEUS que foi um instrumento poderoso nas mãos dEle em sua geração. Luto prá imitar atitudes de John Wesley em minha vida.

  31. Ainda há esperança para os verdadeiros cristãos que querem fazer a obra com dedicação,sofrendo os combates desta vida, sejamos um John Wesley ….

  32. Agnaldo Bravo

    7 de março de 2014

    grande exemplo de homem, fiel nos seus propositos e na palavra do senhor. o mundo precisa de mais homens assim… que Deus abençoe aqueles que se dispõe.

  33. Mauro (Central Barra Mansa)

    9 de março de 2014

    Olhar para obra de Johon Wesley é inspirador,mas diante de nós a vidas e devemos
    fazer de tudo para cumprir a PALAVRA DE DEUS.

  34. Elisangela Silveira

    28 de março de 2014

    Graça e paz a todos amados irmãos e irmãs! Gostaria de dizer aqui algo simples em virtude de algo que um irmão escreveu.Em primeiro lugar congrego em uma denominação cristã.E qndo me perguntão digo que FAÇO parte da igreja de JESUS CRISTO…conservando no coração e nas atitudes todo respeito merecido àqueles irmãos que são Líderes na congregação. Em segundo lugar jamais direi a quem quer seja e onde quer que seja “que sigo este ou aquele outro homem,por mais espiritual que este crente seja ou tenha sido” ,por que, por mais especial e espiritual que seja o “homem” ele é falho,é imperfeito! E Jesus sim é digno de toda honra e glória pq ele é perfeito. John Weslei foi um grande e humilde servo do Senhor e tudo oque ele pode fazer em seu ministério foi pela MISERICÓRDIA e a GRAÇA de Deus! Portanto, o que existe p mim ñ é a igreja do querido John Weslei e sim a igreja metodista de Jesus Cristo e que seja Jesus o único a ser exaltado. Deus abençoe a todos.

Deixe uma resposta

Facebook

Google Plus

YouTube